"Se Euclides da Cunha fosse vivo teria preferido
o Flamengo a Canudos
para contar a história do povo brasileiro".

Nélson Rodrigues

segunda-feira, 1 de fevereiro de 2010

1920 - O 1º grande ano do Clube de Regatas do Flamengo.

Chegamos aos anos 20, década marcada pelo inicio de uma grande rivalidade entre Flamengo e Fluminense. Por isso, quero fazer um breve adendo ao jogo histórico de ontem (31/01/2010). Que jogo!? Daqueles que vamos lembrar sempre que falarmos sobre Fla-Flu. No primeiro tempo, o tricolor criou as melhores chances, e abriu uma larga vantagem de 3 x 1, enquanto o time da Gávea ficou assistindo. Fomos para o intervalo, onde mais uma vez entrou a estrela do técnico Andrade. Mexeu muito bem, sacou Fernando, que até vinha fazendo bons jogos mas ontem estava muito mal, e Pet que esse ano ainda não jogou o futebol hexacampeão. Com a entrada de Vinícius Pacheco e Willans, o Flamengo virou outro time, marcando bem e saindo com velocidade para o ataque. Adriano e Vagner que estavam totalmente perdidos e batendo cabeça na faixa central do campo, resolveram se acertar, o Love voltando mais para ajudar na marcação, enquanto o Imperador fazia o papel de centroavante nato e matador. Quando todos esses elementos se encaixaram, houve a reação espetacular que resultou nessa virada histórica 5 x 3 para o Mengão. E esse jogo entra, com certeza, na galeria dos grandes jogos do Flamengo.

____________________________________________________



Mas voltando a 1920, ano em que o Clube de Regatas do Flamengo triunfaria em diversas modalidades. No futebol por exemplo, conquista um inédito Campeonato Carioca invicto. Com a equipe principal formada por: Kuntz, Burgos, Telefone, Rodrigo, Japonês, Dino, Carregal, Candiota, Sisson, Sidney Pullen e Junqueira. Disputaram 18 partidas, 13 vitórias e 5 empates. Sempre antes do campeonato, era disputado o tradicional Torneio Início do Rio de Janeiro, e o Flamengo conquista pela primeira vez essa taça, após vencer o São Cristóvão por 1 x 0 na final. Esse torneio tinha um formato interessante, era disputado em um único dia e com jogos de 15 minutos cada tempo. O clube também conquista a Taça Sport Club Mackenzie derrotando o America por 2 x 1. 1920 foi mesmo um ano especial para o Flamengo, o que pode ser comprovado por esse fato ocorrido em 14 de novembro, no Estádio da Rua Payssandu em um jogo contra o Palmeiras-RJ, quando foi executado pela primeira vez o Hino do Flamengo, de autoria de Paulo de Magalhães. E até hoje é o hino oficial do clube: "Flamengo, Flamengo, tua glória é lutar. Flamengo, Flamengo, campeão de terra e mar".

O retorno de dois craques rubro-negros.

O jogador inglês, Sidney Pullen que havia sido campeão pelo Flamengo em 1915, volta para Inglaterra e se alista nas forças britânicas para lutar contra os alemães, na Primeira Guerra Mundial. No retorno ao Brasil, veste novamente a camisa do Flamengo, para liderar o time na conquista do título de campeão carioca invicto de 1920. Pullen se tornou, depois de disputar o Campeonato Sul-Americano em 1916, pelo Brasil, o único jogador estrangeiro a vestir a Amarelinha.

Outro da geração campeã de 1915 que retornava ao Flamengo era Píndaro de Carvalho (foto). Que deixou o futebol após se formar em Medicina, e começou a trabalhar como médico sanitarista. O "Homem de Pedra", como era conhecido, fazia a dupla de zaga rubro-negra da Seleção Brasileira, junto com Nery. Em 1920, devido a sucessivas contusões o Flamengo fica sem zagueiros. Píndaro é chamado, e de bate-pronto aceita a missão. Ele vai a campo contra o Palmeiras-RJ, e ajuda a equipe a vencer a partida por 5 x 0, tornando-se também campeão carioca desse ano.

A confirmação de um grande ano para o Clube.

No Atletismo, destaque para a figura lendária de Ulisses Malaguti, que levaria o nome do Flamengo a inúmeras vitórias, inclusive o Campeonato Carioca Masculino Adulto. Também conquista novamente a Taça XV de Novembro e o Torneio Interestadual dos 100 metros.

No Basquete, o time de segundo quadro conquista o título carioca e o time masculino vence o Torneio Rio-São Paulo.

No Remo, o Flamengo conquista o Campeonato Carioca e Arnaldo Voigt conquista o Bicampeonato Individual. Também conquista a Prova Clássica Pereira Passos e América do Sul.

O Flamengo também disputava o Campeonato Carioca de Pesos e Halteres, que nessa época tinha vários praticantes. E o Flamengo conquistou também este título.

SRN
Viva o Flamengo!

3 comentários:

  1. Como sempre uma potência esportiva!!! Tem muitos torcedores que não sabem da exist~encia do hino oficial. Para muitos o hino oficial é o cantado no estádio.

    Muito bom seu trabalho de pesquisa.

    E o jogo domingo foi simplesmente indescritível

    SRN

    ResponderExcluir
  2. Muito legal seu blog, um enfoque diferente! Estou add o seu blog na lista de parceiros do FLA 6
    http://fla6.blogspot.com/
    grande abraço e SRN!

    ResponderExcluir
  3. Isso teria que ser, obrigação, torcedor saber!

    srn!

    ResponderExcluir